Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço tem início nesta sexta-feira em Serra Talhada

Para lembrar o nascimento de Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, a Fundação Cabras de Lampião vai realizar mais uma edição do festival multilinguagens Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço. Entre a próxima sexta-feira e domingo, o Quintal do Museu do Cangaço, o Espaço Cangaço Fitness e o Sítio Passagem das Pedras vão receber apresentações de música, teatro, dança, fotografia, literatura, artesanato, gastronomia, visitas e trilhas, tudo fortalecendo a cultura popular local. Os serratalhadenses e os turistas vão poder conferir as exibições artísticas de graça.

O Tributo a Virgolino” é uma vitrine de várias linguagens artísticas que celebra o legado cultural deixado pelos cangaceiros. Trata-se de uma homenagem à data de nascimento do Rei do Cangaço”, comentou Cleonice Maria, presidente da Fundação Cabras de Lampião. O festival teve a sua primeira edição em 1993.

No primeiro dia de atividades, o Quintal do Museu do Cangaço vai receber, a partir das 21h, Coco Trupé de Arcoverde e George Silva. No sábado, as danças vão marcar presença no local, já pela manhã, a partir das 10h, com Sertão Latino, Ponto de Cultura Herdeiros do Xaxado e Grupo Cultural Sanfonar.

Mais tarde, começando às 15h, ainda no sábado, será a vez do Grupo Filhos do Sol, do Ponto de Cultura Mistura Pernambucano e da Companhia Soul Dance. À noite, das 21h em diante, Assisão, seguido por Grudinho e Trio The Grud’s, é quem vai tomar conta da festa. No domingo, às 9h, a tão aguardada Celebração ao Cangaço, composta por diversos grupos da cultura popular, subirá ao palco.

Já o Espaço Cangaço Fitness terá um dia inteiro dedicado à criançada. No sábado, das 9h às 17h, acontecerá a Oficina Brincanças. Serão vivências de artes cênicas e de cultura popular ministradas por Bruna Florie. O público-alvo será formado por todos aqueles com idades entre 6 e 12 anos.

Por fim, o Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço também vai oferecer uma opção verde e saudável para quem quer conhecer a história e a cultura locais. É que o Sítio Passagem das Pedras será o ponto de partida para a Trilha dos Mirantes e para a Trilha dos Umbuzeiros. Os participantes conhecerão Pedras da Emboscada, onde aconteceu o primeiro confronto armado entre os irmãos Ferreiras (família de Lampião) e Zé Saturnino (primeiro inimigo). Ruínas da antiga casa-grande da Fazenda Pedreira, pertencente a Zé Saturnino, também fazem parte do roteiro. Para participar, basta agendar o horário, para um dos três dias do evento, no Museu do Cangaço.

O evento também contará com barracas com comidas regionais e artesanatos. A programação será realizada com o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), através da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Secretaria de Cultura de Pernambuco, Governo de Pernambuco.

Verifique também

Vermelhou: Frente Popular escolhe Luciara de Nemias e Paulino para prefeitura de custódia

Estão definidos os nomes que representarão a Frente Popular de Custódia, formada pelos partidos PSB, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *