SCJ-PE realiza Encontro Regional do Sistema Socioeducativo – RMR para debater sobre programas que atuam com jovens em conflito com a lei

O reunião resultou na criação de um documento técnico coletivo para o desenvolvimento de estratégias com o intuito de integrar o meio aberto e fechado na promoção da escolarização

As estratégias e ações para fortalecer os programas voltados para o sistema socioeducativo de Pernambuco foram pautadas de forma conjunta, nesta quinta-feira (27/06), por meio da iniciativa de integração promovida pela Secretaria da Criança e Juventude (SCJ), por meio da sua Gerência Geral do Sistema Socioeducativo. O foco do Encontro Regional do Sistema Socioeducativo foi na escolarização de jovens em conflito com a lei na Região Metropolitana do Recife (RMR) em cumprimento de medida nos meios aberto e fechado.

O evento, que ocorreu na Escola de Governo da Administração Pública de Pernambuco (Egape), no bairro da Boa Vista, no Recife, contou com a participação do secretário da pasta, Ismênio Bezerra. O gestor abriu a roda de conversas sobre a ressocialização dos jovens egressos do sistema socioeducativo. “Reunir todos os esforços e recursos disponíveis para garantir que esses jovens tenham uma segunda chance é nosso principal objetivo. A escolarização e a profissionalização são ferramentas essenciais para transformar vidas e reintegrar esses adolescentes à sociedade de forma digna e produtiva, até que esses jovens consigam definitivamente se emancipar econômica e socialmente,” destacou o secretário.

Representantes da Secretarias Municipais de Assistência Social e de Educação, além de profissionais da área jurídica e técnicos das entidades executoras das Medidas Socioeducativas em meio aberto e fechado, participaram ativamente,  compartilhando experiências e contribuindo com a construção de fluxos embasados na Portaria Conjunta nº 01  de 22 de novembro de 2022.

O encontro contou, além das palestras, com apresentações culturais, oficinas com grupos temáticos de trabalho, e resultou na criação de um documento técnico coletivo para o desenvolvimento de estratégias com o intuito de integrar o meio aberto e fechado na promoção da escolarização, além de monitorar o progresso das iniciativas discutidas e garantir a implementação eficaz das ações propostas, com reuniões periódicas já agendadas ao longo do ano para avaliar os resultados e ajustar as estratégias conforme necessário.

Fotos: Surama Negromonte/SCJ-PE

Verifique também

ASSERPE esclarece veículos sobre legislação eleitoral e radiodifusão

A ASSERPE, em parceria com a ABERT e o Instituto Ação promovem nesta quinta-feira, dia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *