Petrolina combina duas técnicas e realiza marco da neurocirurgia brasileira

O sucesso de uma cirurgia com a combinação das técnicas de secção do Filum Terminale e craniotomia da fossa posterior com fixação das vértebras C1-C2, transformou Petrolina, no Vale do São Francisco, em um marco da neurocirurgia brasileira.

O procedimento, complexo e inovador, foi realizado pelos renomados neurocirurgiões, Antônio Vinicius e Allan França, há um mês, no centro cirúrgico do Hospital Neurocardio. O paciente apresentava um conjunto de patologias da junção crânio cervical: Mal Formação de Chiari Tipo 1, Invaginação Basilar, Platibasia, Síndrome de Klipel-feil e instabilidade de C1/C2. Diante do quadro de complexidade, foi optado pela técnica de secção do Filum Terminale, combinada com a craniotomia da fossa posterior e fixação de C1/2. Uma combinação inédita de técnicas cirúrgicas que demonstra a habilidade e expertise dos médicos neurocirurgiões. Esta abordagem não apenas alivia os sintomas dos pacientes, mas trata também as causas subjacentes das condições neurológicas.

Os benefícios desta abordagem, segundo os especialistas em neurocirurgia, são significativos. A combinação dos dois procedimentos oferece uma recuperação mais rápida e menos dolorosa, permitindo que os pacientes retomem suas atividades diárias em menor tempo. Muitos pacientes já relatam uma melhora notável em seus sintomas e uma recuperação acelerada.

Já conhecidos no segmento médico e científico nacional pela realização de cirurgias inovadoras e complexas, Antônio Vinicius e Allan França, anunciam para em breve mais um desafio no tratamento de condições neurológicas. “Com o sucesso deste procedimento, que coloca Petrolina na vanguarda da neurocirurgia brasileira, ampliamos a esperança de uma melhor qualidade de vida para aqueles que sofrem e aguardam por uma opção avançada de tratamento neurológico”, concluiu.

CLAS Comunicação & Marketing

Verifique também

Paciente aguarda transferência para cirurgia ortopédica de alta complexidade em Paulo Afonso-BA

Carlos Amadeu Soares da Silva, paciente internado no Hospital Nair Alves de Souza em Paulo …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *