Pernambuco repatria aves silvestres para os estados da Bahia e de São Paulo

Sobe o som, que vale a pena ouvir as aves! Um total de 98 aves silvestres que estavam sob os cuidados da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), no Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetras) Tangara, no Recife, foram repatriadas para os estados da Bahia e de São Paulo, por serem áreas de ocorrências das espécies.

A repatriação dos animais foi realizada pelas equipes da CPRH e do Ibama, que percorreram 1.387 quilômetros de estrada, em três dias de viagem.  Dentre as aves que foram entregues ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Porto Seguro, na Bahia, estão 17 araras-vermelhas, da espécie Ara chloropterus. De acordo com a gestora do Cetras Tangara, Joice Brito, que coordenou a equipe da CPRH  no repatriamento, “a arara-vermelha possuía ocorrência na região de Porto Seguro e estava extinta localmente. Então, elas irão integrar o projeto de conservação do Ibama”. Do total de araras-vermelhas repatriadas, 3 delas foram recuperadas pela CPRH, ainda filhotes, em uma das ações de fiscalização da Agência.

Também foram entregues ao Cetas aves das espécies Coleirinho (Sporophila caerulescens), Pintassilgo-mineiro (Spinus magellanicus) e Araponga (Procnias nudicollis). O Centro é gerido pelo Ibama local. “Essas aves foram vítimas do tráfico de animais silvestres. Como na maioria dos casos de animais vítimas desse crime, elas precisaram dos cuidados da equipe de veterinários da Agência. Entregá-las ao Cetas de Porto Seguro, para que sejam integradas em projetos de conservação da espécie e possam ser reintroduzidas na natureza,  é uma grande alegria”, comentou o biólogo da CPRH, Yuri Marinho Valença.

Para uns animais, a viagem terminou em Porto Seguro. Para outros, o destino estava distante: espécies como  Ararajuba (Guaruba guarouba), Papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), Bicudo (Sporophila maximiliani), Tietinga (Cissopis leverianus) e Bicudinho (Sporophila crassirostris), foram entregues à equipe do Ibama de São Paulo, que aguardou, no município baiano, a chegada das equipes que partiram de Pernambuco, para  transportar as aves até  o Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (Cemacas), localizado na capital paulista.

Verifique também

Cidades da Bahia registram tremores de terra nesta quarta; tremor de 3.6 mR foi registrado no distrito de Pilar

A Bahia registrou dois eventos sísmicos nesta quarta-feira (24), detectados pelo Laboratório Sismológico da Universidade …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *