Gleisi Hoffmann usa derrota de Macron na França e solta indireta para Lula no Brasil

“O primeiro turno das eleições francesas deixou bem claro o que acontece com governos que adotam a receita neoliberal e tiram direitos do povo: é a extrema-direita que tira vantagem. Macron e seu centro liberal pagam nas urnas o preço da reforma da Previdência que impuseram na marra e outras medidas de arrocho fiscal. E tem gente que se diz democrata querendo impor políticas assim no Brasil”, disse a deputada.

A deputada federal Gleysi Roffmann era vista como nome certo na equipe ministerial do 3º Governo Lula, não foi convidada e parece não ter dialogo direto com muitos dos titulares de pastas na esplanada dos ministérios. Gleysi tem manifestado descontentamento com a equipe econômica do Governo, principalmente quando as medidas a serem adotadas atingem em especial as classes menos favorecidos.

Macron e seus aliados, da coalizão Juntos, foram derrotados nas eleições legislativas francesas. O partido de extrema direita Reunião Nacional, liderado pela ultradireitista Marine Le Pen, venceu o primeiro turno. Em segundo lugar, avançou a Frente Nacional Popular, de esquerda, evidenciando a derrota governista que atacou duramente os direitos dos trabalhadores nos últimos anos.

Para um bom entendedor a presidente nacional do partido do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi clara e bastante objetiva fazendo as comparações e deixando um alerta. Para Gleysi se o Presidente Lula mantiver aliança com partidos conservadores, o preço a ser pago pode vim nas urnas em 2026 assim como aconteceu este ano na França. Resta saber, até que ponto um recado de Gleysi tem peso no Governo do correligionário Lula.

Verifique também

PSB, Avante, Republicanos e Agir convocam filiados para convenção em Sobradinho-BA

Os partidos PSB, Avante, Republicanos e Agir de Sobradinho/BA, por meio de seus respectivos presidentes, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *