São João de Petrolina fortalece empreendimentos familiares

O São João de Petrolina vem ajudando a expandir um modelo de negócio que tem se tornado cada vez mais comum no país: empreendimento familiar. Basta caminhar tanto no Pátio Ana das Carrancas, local que recebe o maior São João do Brasil, como do lado externo, para se deparar com diversos tipos de iniciativas comerciais geridas, exclusivamente, por membros de uma mesma família.

Este ano, dentro do Pátio tem exatamente 10 restaurantes e do lado de fora uma média de 700 ambulantes, cadastrados pela Associação de Barraqueiros e Ambulantes de Petrolina, os quais estão com barracas montadas e trabalhando no comércio de bebidas, alimentos e itens diversos.

Os benefícios gerados à economia familiar a partir de grandes eventos, como o São João de Petrolina, são os mais variados, conforme destaca a presidente da Associação, Maria Salomé da Silva. “Tem gente que vende aqui, que participa do evento desde 2017. Essa festa, organizada com tanto cuidado e carinho pela Prefeitura, ajuda famílias inteiras com uma renda extra que é gerada no evento, fortalecendo o sentimento de que o nosso trabalho de administrar o espaço público vale a pena”, destacou Salomé.

O casal Amirian Silva e Pedro Luiz, que participa pela segunda vez do evento com uma barraca vendendo pastel, relatou um pouco da sua experiência. “Começamos o nosso negócio há mais ou menos dois anos e meio. Quando eu passei por um câncer de mama, tive que ficar em casa e para não ficar parada, resolvi vender pastel de forma delivery, foi dando tão certo que hoje, pelo segundo ano estamos aqui participando do São João de Petrolina. O evento é um sucesso e dar para ganhar um dinheiro extra. A cada ano ganho mais experiência e aprendo também sobre atendimento ao público e sobre o negócio”, declarou Amirian, que colocou o nome da filha ‘Liz Pasteis’ na barraca.

Outra comerciante que participa da festa com sua nora e com seu filho é Maria Zilda Brito, que já atua como ambulante há mais de 30 anos. Segundo a vendedora, trabalhar com a família é a melhor sensação que existe. “Cada um na sua função, cuidando de uma parte do trabalho, faz com que tudo fique organizado e as vendas decolem. As vendas estão ótimas, faltam ainda dois dias para o evento terminar e não tenho dúvidas que vamos vender tudo”, destacou Maria, que tem uma barraca de Acarajé e comidas típicas juninas.

Texto: Luzete Nobre/Assessora de Imprensa da Prefeitura de Petrolina

Verifique também

Raquel Lyra em alta na disputa pela prefeitura de Ipubi; os três concorrentes integram a base da governadora

A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), vive momento excepcional na cidade de Ipubi. Os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *